VENÇA /

Sexta-feira, 10 de Maio de 2019, 07h:00

A | A | A

Não seja um coitado!

Quanto maior o número de “apoiadores” melhor.


Imagem de Capa
Luciene Afonso

O conformismo é o viés mais apropriado para os adeptos da autocomiseração que, se utilizam dos próprios erros e tragédias pessoais para anular toda a vontade de sair do caos. O que pretendem com este comportamento? É muito simples, conquistar a atenção e cuidado daqueles que participam dos mesmos cenários sociais que ele.

Neste caso quanto maior o número de “apoiadores” melhor. 

Existem atitudes eficazes de pensamentos e comportamentos em que é possível criar uma imagem positiva de si mesmo e o resultado é o resgate da autoestima para eliminar de vez a sensação de abandono e fragilidade que o coitadismo produz.

Como toda mudança substancial na vida, o primeiro passo é tomar consciência.

É preciso entender de uma vez por todas que fingir que tudo está bem não melhora em nada sua vida. O início da formação de sua crença, aquilo que de fato você acredita ser verdade, são os pensamentos. Aí eu te pergunto, quais são os seus a seu respeito? 

Da boca para fora todos temos a liberdade de dizer o que quiser.

“Você não é o que diz ser, não é o que gostaria de ser e muito menos o que os outros dizem. Você é o que faz de fato e os resultados que conquistou.”  Paulo Vieira

Em seguida uma química hormonal se forma de maneira tal que você passa a sentir que é exatamente como seus pensamentos indicam. Se existir o compromisso diário em alimentar o amor próprio e não se anular em nenhum tipo de relacionamento, não diminuir suas expectativas sobre a visão extraordinária que construiu sobre seu futuro para caber nos moldes de quem quer que seja, um grande passo será dado para uma vida liberta do coitadismo.

“Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.” William Shakespeare.

Mudar a forma de agir é o passo seguinte porque seu pensamento gera o sentimento que da mesma forma produz uma atitude.

Tirar proveito dos dissabores da vida, eliminando a frustração gerada pela expectativa errada é essencial. Mas como tirar proveito da dor?

Entendendo que tudo na vida é resultado que, por ação ou omissão, você está exatamente onde deveria estar. Então o questionamento ideal neste momento é: o que essa situação pode me ensinar?

“Viver sem riscos é triunfar sem glórias”, disse certa vez Augusto Cury.

Eu concordo e acrescento ainda que é uma das maneiras incríveis de experimentar a existência! 

Tratar as suas dores com tanta ênfase pode estar tirando o colorido não só dos seus dias, mas de todos a sua volta que também não tomaram a consciência do seu valor e não se vêem no direito de viver outros papéis, de experimentar o protagonismo e deixar de uma vez por todas o coitadismo de lado.

Deixo aqui um convite para que mude seus pensamentos, que sinta-se no direito de ser MUITO feliz, que sua fisiologia corporal e suas expressões contagiem o mundo porque independente de como está sua vida hoje você vai fazer dar tudo certo!

 

Luciene Afonso

Master Coach - Febracis

Jornalista

Palestrante

Analista de Perfil Comportamental

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Nunca desista de seus sonhos

Os sonhos fazem parte da vida do homem, uma vez que neles se buscam as realizações dos desejos mais ocultos e das ambições mais extravagantes

Eu sou maior que os meus medos

O medo não se sustentará se você der a importância devida ao domínio da sua fisiologia, positividade e disciplina

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.