ARTIGO /

Segunda-feira, 14 de Maio de 2018, 16h:52

A | A | A

NÃO ENGULA O CHORO!

Quando algo está errado a criança vai demostrar isso através do choro e outros sinais


Imagem de Capa
Beatriz G. Rufato - Psicóloga.

A campanha ``Não Engula o Choro``, foi desenvolvida pela Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social do estado do Paraná, com o objetivo de conscientizar a população sobre a violência e violação dos direitos da criança e adolescente. Quando algo está errado a criança vai demostrar isso através do choro e outros sinais, dificilmente será por sinais verbais, principalmente se ela tiver sofrido alguma violência, porque o autor geralmente é alguém próximo da família.

Os sinais que podem indicar que a criança/adolescente sofreu alguma violência variam de acordo com a idade e modo de agressão. Mas é importante prestar atenção ao aparecimento, sem causa aparente, de comportamentos como: irritabilidade constante; olhar indiferente e apatia; distúrbios do sono; dificuldade de socialização e tendência ao isolamento; aumento no aparecimento de doenças, principalmente aquelas de fundo alérgico.

É também necessário ficar atento a manifestações precoces de sexualidade, desconfiança extrema, autoflagelação, baixa autoestima, insegurança e extrema agressividade ou passividade. Todos os comportamentos aqui citados só serão notados por quem convive diariamente com essa criança/adolescente.

Vale salientar que os abusos físicos, sexuais ou psicológicos não escolhem classe social e independente da condição financeira em que essa criança se encontra o sofrimento vai ser o mesmo, assim como o mal causado ao desenvolvimento saudável da mesma. Não negligencie nenhum comportamento suspeito, denuncie.

O Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e á Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é 18 de maio, por isso esse é o mês de enfrentamento a essas violações de direitos.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

21/05 - Na noite do último sábado, 19, os holofotes estavam voltados para o casal Rosi e Moacir Quaini que celebrou 30 anos de união com pomposa festa, no centro de eventos Primacredi. A romântica história de amor que teve inicio em 1988, na Catedral do Divino Espirito Santo, em Cruz Alta- RS, foi reafirmada, dessa fez com a presença dos frutos da união, os filhos Leonardo e Letícia Quaini. Há cerca de aproximadamente um ano juntamente com a cerimonialista Sibeli Salvatori os noivos começaram a organizar a noite que será eternizada para sempre. Profissionais de mão cheia foram convocados para a suntuosa comemoração. A décor Silvânia Costa traduziu toda a magnitude da celebração nos detalhes da imponente decoração em tons de branco, verde e champanhe. O buffet foi assinado pela requisitada Mirian Avila, e o repertório musical ficou por conta da banda Comunicasom que animou os convidados até altas horas da matina. Os filhos Letícia e Leonardo não conteram as lágrimas ao proferirem homenagem aos pais expressando todo amor, carinho e gratidão ao voltarem ao tempo e relembrar, como a união pautada no amor e cumplicidade vence os desafios do tempo. A bênção de renovação dos votos de amor e fidelidade foi ministrada pelo frei Constantino e testemunhada por em torno de 250 convidados que celebraram o momento ímpar com a família que esbanjou felicidade do começo ao fim da noite. As fotos oficiais foram registradas pelas criteriosas lentes do cuidadoso e atento fotógrafo Marcello Holanda. Nossa coluna hoje é exclusiva em homenagem a badalada Bodas de pérola e destaca momentos de emoção dos queridos Rosi e Moacir Quaini que distribuíram abraços e sorrisos durante toda a comemoração. Confiram!

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.