ARTIGO /

Sexta-feira, 10 de Novembro de 2017, 18h:45

A | A | A

Em cartaz o espetáculo “VIDA”!

E neste espetáculo a cena final de um protagonista afeta todas as histórias de outros protagonistas que estavam interligadas, a história finaliza em uma triste e dolorosa despedida, e levam consigo os sonhos


Carregando fotos
Jean Carlos

Quão majestoso é presenciar a sincronia dos atores em uma peça teatral, dão vida a um personagem e faz o público mergulhar na história contada, fazendo do tempo algo irrelevante diante do aprisionamento da atenção em cada ato, em cada efeito de luz e som. Após ter todo o roteiro decorado e todos os atos revisados, é hora de abrir as cortinas, soltar a imaginação e dar vida aos personagens para a alegria da plateia, os atores e atrizes sabem muito bem o início, meio e fim em todo o decorrer da trama, e no final do espetáculo estão todos para receberem os aplausos da plateia.

 

No espetáculo “vida” é diferente, não sabemos início, meio e muito menos o fim, todo o script é escrito no decorrer das cenas, onde cada ato é decisivo para o próximo capítulo, não existe ensaios, revisão de fala e se errar não tem como voltar do ponto de partida para dar início esquecendo o erro cometido, conseguimos apenas dar um novo início e com sabedoria utilizar o erro para uma aprendizagem e não repeti lo nas outras cenas, não existe dublê para as cenas perigosas e tão pouco efeitos especiais, as emoções surgem ali ao vivo em tempo real, não existe teste de elenco, cada um é protagonista da sua própria história e por mais que existem personagens coadjuvantes em nossa história, cada um deles são protagonistas de histórias diferentes, onde uma é interligada a outra história de uma só vez, em um mesmo ato ao mesmo tempo por tempo indeterminado e o final não depende de nós, por que o tempo e a conclusão é incerta as tornando imprevisíveis.

 

E neste espetáculo a cena final de um protagonista afeta todas as histórias de outros protagonistas que estavam interligadas, a história finaliza em uma triste e dolorosa despedida, e levam consigo os sonhos, os objetivos, as importâncias, os planos, enfim, grande parte daquilo que era importante, passará a não ser mais após o ato final. Temos que firmar bem os passos e saber escolher os caminhos a trilhar, na vida não temos ensaios tudo acontece já, sem volta, e tudo muito rápido, então saiba viver a vida, de significado para cada ato vivido, e o mais importante, seja protagonista de sua história, faça valer a pena, aproveite cada segundo, por que só valorizamos o tempo no final do ato, e ele passa muito rápido e não volta atrás.

 

 

Para finalizar quero citar um poema de Afonso Claudio de Meireles que diz: “ Somos mordomos, nada mais, uns poucos administram muito, enquanto muitos outros nada fazem. Mas, em contrapartida, breve finda a vida, e o que fizemos ou deixamos de fazer tanto fez como faz, pois, nesse sentido, saímos de cena, e nada faremos mais. Essa é a regra, não há como mudar, mas enquanto vivemos, façamos o que pudermos enfim realizar. Que seja digno o nosso legado, uma boa história de vida, um sonho realizado”.

10 Comentário(s)
Olha que bela reflexão, está de parabéns
enviado por: Elisa em 10/11/2017 às 21:31:40
1
 
0
responder
Olha gostei, e uma realidade show
enviado por: Maria em 10/11/2017 às 21:35:01
1
 
0
responder
Sigo todos os seus artigos, e todos e muito bom
enviado por: Maria luiza em 10/11/2017 às 21:36:47
1
 
0
responder
Cara e show
enviado por: Dede em 10/11/2017 às 21:37:53
1
 
0
responder
Veio que top arrebentou
enviado por: Luiz Henrique em 10/11/2017 às 21:39:25
1
 
0
responder
Gostei muito
enviado por: Sandra em 11/11/2017 às 07:16:55
1
 
0
responder
Linda msg amei como sempre vc é muito inteligente meu amigo
enviado por: Sandra em 11/11/2017 às 08:16:53
1
 
0
responder
Parabéns pelo trabalho
enviado por: Débora moraes em 11/11/2017 às 15:46:52
1
 
0
responder
Entao mais uma publicação e eu sou admiradora sua de todas cada uma com conteúdo diferenciado e exatamente como a vida é Parabéns Jean sucessos vc merece. ..
enviado por: Olga Iolanda Lerner em 12/11/2017 às 07:13:24
1
 
0
responder
Grato!
enviado por: Jean Carlos em 13/11/2017 às 09:20:17
0
 
0
responder
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.