Saúde /

Quarta-feira, 16 de Maio de 2018, 11h:29

A | A | A

Você sabia que infecção no dente pode chegar ao cérebro?

Em 2017, uma modelo famosa foi internada e quase acabou morrendo por conta de uma bactéria encontrada nos seus dentes. Desde o ocorrido, a preocupação...


Imagem de Capa

Em 2017, uma modelo famosa foi internada e quase acabou morrendo por conta de uma bactéria encontrada nos seus dentes. Desde o ocorrido, a preocupação dos pacientes aumentou muito, mas mesmo assim poucas pessoas sabem que uma infecção no dente pode espalhar pela garganta, coração e outras partes do organismo, no pior dos casos, pode migrar para o cérebro. É aí mora o perigo e muitas vezes as situação pode ficar intratável causando até morte.
Leia também: Doutor Bruno Puglisi tira as suas dúvidas sobre o dente do siso

Bruno Puglisi alerta para os perigos da infecção no dente
Getty Images
Bruno Puglisi alerta para os perigos da infecção no dente

A Doutora Marcela Puglisi, especialista em tratamento de canais, explica que as maiores causas de infecções na boca são: o tratamento de canal, uma gengiva inflamada, uma fratura dental ou até as cáries. Quando a dor é estrema e a infecção no dente é grande, o dano já está feito, em casos graves é necessário internamento para tratamento intensivo.

Uma infecção na boca pode ser silenciosa, isso ocorre principalmente quando fazemos algum tratamento que acaba com a dor, mas não elimina o foco infeccioso. Ou seja, as bactérias podem se espalhar pela corrente sanguínea podendo causar uma septicemia que é uma infecção generalizada que pode até levar a morte.

Leia também: Paciente com câncer deve ter acompanhamento do dentista

O cirurgião bucomaxilofacial Bruno Puglisi conta que casos de infecções da cavidade bucal que se espalham pelo organismo acontecem todos os dias. Qualquer foco de infecção na cavidade bucal pode disseminar bactérias para o sangue e para órgãos vitais, como cérebro e coração. “Se a pessoa tiver algum tipo de doença sistêmica associada, como o diabetes, e até mesmo se estiver passando por uma fase de estresse, com a imunidade baixa, a infecção que começa na boca pode se tornar generalizada”, completa o dentista.

Puglisi alerta para quando o paciente fizer um procedimento nos dentes ou na boca e começar a sentir febre ou qualquer sintoma anormal, ele deve procurar imediatamente um profissional. “A pessoa sente febre ou qualquer sintoma anormal e tomam remédios por conta própria, mas na verdade isso pode ser uma infecção. É preciso ir ao hospital e procurar por ajuda médica”, diz. 

Leia também: Cárie dental: a segunda doença mais comum do mundo

Diagnosticada, a septicemia será administrado soro nas veias, para aumentar o volume de sangue no corpo e combater a queda de pressão. E também a prescrição de antibióticos, para eliminar a bactéria que está circulando no sangue.

A verdade é que a prevenção vale a cura, custa menos e diminui o risco de vida.

Evite tomar antibiótico por qualquer motivo para não criar resistência; e quando for prescrito o antibiótico, tomar até o final, para eliminar todas as bactérias e não evoluir para uma infecção no dente .

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

21/05 - Na noite do último sábado, 19, os holofotes estavam voltados para o casal Rosi e Moacir Quaini que celebrou 30 anos de união com pomposa festa, no centro de eventos Primacredi. A romântica história de amor que teve inicio em 1988, na Catedral do Divino Espirito Santo, em Cruz Alta- RS, foi reafirmada, dessa fez com a presença dos frutos da união, os filhos Leonardo e Letícia Quaini. Há cerca de aproximadamente um ano juntamente com a cerimonialista Sibeli Salvatori os noivos começaram a organizar a noite que será eternizada para sempre. Profissionais de mão cheia foram convocados para a suntuosa comemoração. A décor Silvânia Costa traduziu toda a magnitude da celebração nos detalhes da imponente decoração em tons de branco, verde e champanhe. O buffet foi assinado pela requisitada Mirian Avila, e o repertório musical ficou por conta da banda Comunicasom que animou os convidados até altas horas da matina. Os filhos Letícia e Leonardo não conteram as lágrimas ao proferirem homenagem aos pais expressando todo amor, carinho e gratidão ao voltarem ao tempo e relembrar, como a união pautada no amor e cumplicidade vence os desafios do tempo. A bênção de renovação dos votos de amor e fidelidade foi ministrada pelo frei Constantino e testemunhada por em torno de 250 convidados que celebraram o momento ímpar com a família que esbanjou felicidade do começo ao fim da noite. As fotos oficiais foram registradas pelas criteriosas lentes do cuidadoso e atento fotógrafo Marcello Holanda. Nossa coluna hoje é exclusiva em homenagem a badalada Bodas de pérola e destaca momentos de emoção dos queridos Rosi e Moacir Quaini que distribuíram abraços e sorrisos durante toda a comemoração. Confiram!

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.