Política Nacional /

Sábado, 08 de Junho de 2019, 12h:16

A | A | A

Alexandre Frota é acusado de usar ex-motorista como 'laranja'

Reprodução/Wikipedia Deputado estadual é acusado de usar ex-funcionário como laranja em empresas Depois do caso envolvendo o nome de Fabrício...


Imagem de Capa
Alexandre Frota
Reprodução/Wikipedia
Deputado estadual é acusado de usar ex-funcionário como laranja em empresas

Depois do caso envolvendo o nome de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, mais um integrante do PSL é acusado de ter utilizado um funcionário como 'laranja'. Desta vez, a denúncia vem do ex-motorista do deputado estadual Alexandre Frota.

Leia também: Bolsonaro vai lançar enquete no Facebook sobre radares móveis neste sábado

Segundo informações do jornal Folha de SP, Marcelo Ricardo Silva afirmou, em depoimento dado ao Ministério Público de São Paulo em 28 de maio, que assumiu, a pedido de Frota , a titularidade de duas empresas em troca de compensações e que recebia pagamento de terceiros e os repassava à mulher do parlamentar.

A relação entre ambos teve início ainda em 2017. Desde então, Marcelo foi procurado para que assumisse o comando das empresas 'F.R. Publicidade e Atividades Artísticas' e a 'DP Publicidade Propaganda e Eventos Ltda'. Ele, inclusive, chegou a ser lotado no gabinete de do deputado por cerca de 20 dias no último mês de fevereiro, mas acabou exonerado. 

Leia também: Barroso critica "quem acha que problema da educação é escola sem partido"

Em nota, Frota negou qualquer irregularidade, disse ser vítima de "práticas de ameaças e extorsão " e que todas as relações financeiras que teve com o ex-funcionário foram lícitas. Além disso, afirmou que o episódio da demissão se deu em razão de “insubordinação e condutas inadequadas”.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.