Nacional /

Quarta-feira, 16 de Maio de 2018, 09h:29

A | A | A

‘Terá mais policiamento’, diz porta-voz sobre nova fase da intervenção no Rio

Divulgação/Gabinete de Intervenção Federal Ação na Villa Kennedy, principal palco de operações da intervenção no Rio de Janeiro A intervenção...


Imagem de Capa
Ação na Villa Kennedy, principal palco de operações da intervenção no Rio de Janeiro
Divulgação/Gabinete de Intervenção Federal
Ação na Villa Kennedy, principal palco de operações da intervenção no Rio de Janeiro

A intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro deverá entrar em nova fase. De acordo com o porta-voz do Gabinete de Intervenção Federal (GIF), coronel Roberto Itamar, a partir de agora a população do estado verá mais policiais e viaturas nas ruas.

Leia também: Alckmin promete que, se for eleito presidente, vai manter intervenção no Rio

Nesta quarta-feira (16), já se completam três meses desde que a internvenção foi instaurada. A primeira etapa foi dedicada a realizar diagnósticos e promover mudanças nos comandos das polícias Civil e Militar e na organização das secretarias ligadas ao tema.

“Após três meses de intervenção, a população vai perceber mais policiamento nas ruas. Basicamente fruto do retorno da RAS [Regime Adicional de Serviço, hora-extra policial], reposicionamento dos efetivos e retorno de policiais que estavam cedidos a outros órgãos. [Os policiais] também terão novas armas, coletes e viaturas”, anunciou Itamar.

Segundo o coronel,  serão mais 1,3 mil homens nas ruas e novas viaturas vão chegar, além das 265 que foram recém-entregues, totalizando 580 veículos. Em entrevista à TV Brasil, Rádio Nacional e Agência Brasil na sede do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), ele afirmou que uma nova comunidade será ocupada pelos militares nos próximos dias.

A ação será como aconteceu na Vila Kennedy, zona oeste, onde o Exército opera desde 23 de fevereiro, e que agora volta totalmente ao controle do 14º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Bangu.

Ele afirma que os primeiros três meses foram dedicados à realização de diagnósticos da situação, reordenamento da estrutura de segurança, fortalecimento das corregedorias policiais e mudanças no sistema penitenciário, fatores que são fundamentais, mas não imediatamente percebidos pela população.

Leia também: Quatro pessoas são mortas em favela na zona oeste do Rio de Janeiro

Roubo de veículos

Questionado sobre a situação na cidade do Rio de Janeiro , onde a população está assustada com frequentes confrontes em morros e comunidades como Rocinha, Cidade de Deus, São Carlos, Jacarezinho e outros, além de assaltos de rua, principalmente em coletivos, Itamar disse que a percepção de segurança tende a melhorar nos próximos meses. Ele citou a redução de 13% no roubo de veículos, de março para abril, como um exemplo da diminuição da violência.

“Devem ser anunciados, muito em breve, a redução de vários índices de criminalidade, que traduzem a própria sensação de segurança da população, incluídos os roubos de rua. Os resultados estatísticos demoram um pouco a aparecer, mas a partir deste mês temos a certeza de uma tendência de redução nos índices”, adiantou Itamar.

Leia também: Chacinas dobram e tiroteios aumentam após intervenção no Rio de Janeiro

*Com informações da Agência Brasil

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

21/05 - Na noite do último sábado, 19, os holofotes estavam voltados para o casal Rosi e Moacir Quaini que celebrou 30 anos de união com pomposa festa, no centro de eventos Primacredi. A romântica história de amor que teve inicio em 1988, na Catedral do Divino Espirito Santo, em Cruz Alta- RS, foi reafirmada, dessa fez com a presença dos frutos da união, os filhos Leonardo e Letícia Quaini. Há cerca de aproximadamente um ano juntamente com a cerimonialista Sibeli Salvatori os noivos começaram a organizar a noite que será eternizada para sempre. Profissionais de mão cheia foram convocados para a suntuosa comemoração. A décor Silvânia Costa traduziu toda a magnitude da celebração nos detalhes da imponente decoração em tons de branco, verde e champanhe. O buffet foi assinado pela requisitada Mirian Avila, e o repertório musical ficou por conta da banda Comunicasom que animou os convidados até altas horas da matina. Os filhos Letícia e Leonardo não conteram as lágrimas ao proferirem homenagem aos pais expressando todo amor, carinho e gratidão ao voltarem ao tempo e relembrar, como a união pautada no amor e cumplicidade vence os desafios do tempo. A bênção de renovação dos votos de amor e fidelidade foi ministrada pelo frei Constantino e testemunhada por em torno de 250 convidados que celebraram o momento ímpar com a família que esbanjou felicidade do começo ao fim da noite. As fotos oficiais foram registradas pelas criteriosas lentes do cuidadoso e atento fotógrafo Marcello Holanda. Nossa coluna hoje é exclusiva em homenagem a badalada Bodas de pérola e destaca momentos de emoção dos queridos Rosi e Moacir Quaini que distribuíram abraços e sorrisos durante toda a comemoração. Confiram!

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.