Mato Grosso /

Sexta-feira, 17 de Maio de 2019, 20h:54

A | A | A

Seplag apresenta programa de atenção à saúde mental a gestores

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio da Coordenadoria de Saúde e Segurança da área Sistêmica, realizou nesta sexta-feira...


Imagem de Capa

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio da Coordenadoria de Saúde e Segurança da área Sistêmica, realizou nesta sexta-feira (17), a apresentação do Programa de Atenção à Saúde Mental aos secretários adjuntos, superintendentes, coordenadores e gerentes do órgão.

Durante o evento foram apresentados os objetivos do programa que visa identificar os principais fatores no ambiente de trabalho que estejam provocando mal-estar e sofrimento psíquico aos servidores visando o desenvolvimento de ações interventivas para a sua redução ou eliminação.

Entre os objetivos do programa também estão proporcionar espaços de acolhimento, escuta, orientação, acompanhamento e encaminhamentos de servidores que necessitem de algum tratamento especializado, conhecer a organização, o ambiente, os processos e as relações de trabalho e como eles podem estar causando algum tipo de desconforto e sofrimento ao servidor, bem como realizar intervenções que minimizem fatores de risco à saúde mental.

Ainda fazem parte do programa o desenvolvimento de ações de educação em saúde para a promoção da saúde mental e o monitoramento das ações desenvolvidas e seus efeitos na saúde mental dos servidores.

A Secretária Adjunta de Administração Sistêmica da Seplag, Eliane Albuquerque, pediu aos gestores que fiquem atentos às suas equipes, a problemas de saúde mental que seus liderados possam estar passando e que muitas vezes não são falados por quem está sentindo.

“Precisamos cuidar não somente dos processos do nosso dia a dia, mas também dos nossos liderados e colegas de trabalho. Muitas vezes o servidor está passando por algum problema e precisamos estar atentos para ajudá-lo”.

A coordenadora de Saúde e Segurança no Trabalho da Secretaria Adjunta de Administração Sistêmica da Seplag, Grazielly Érika Rondina, explica que após o diagnóstico na pasta, o programa agora está indo para a segunda fase, que é a de planejar ações fundamentadas no diagnóstico situacional que contribuam com melhores condições de trabalho.

Programa

O programa faz parte da Política de Saúde e Segurança no Trabalho, instituída no âmbito estadual pela Lei Complementar 502/2013, e é encabeçado pela Coordenadoria de Segurança e Saúde no Trabalho da Seplag. Esta coordenaria capacita e orienta as áreas sistêmicas do Estado para que a política seja implementada nos órgãos e entidades do Executivo.

Além da Seplag já foram capacitadas equipes nas secretarias de Saúde, Fazenda, Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Departamento Estadual de Trânsito, Controladoria Geral do Estado, Polícia Judiciária Civil e Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária.

Para que o programa seja desenvolvido no âmbito dos órgãos e entidades do Executivo, ele precisa de uma equipe multiprofissional composta, no mínimo, por psicólogo, assistente social e enfermeiro.

De acordo com o Coordenador Geral do Programa, Flávio Jabra Peixoto, é muito importante que as equipes multidisciplinares dos órgãos tenham apoio do nível estratégico para que a política possa ser implementada de forma eficiente.

“Esse trabalho de forma preventiva reduz o absenteísmo. Primeiro fazemos a análise da situação, depois a promoção e prevenção, e por último, o monitoramento. Só assim poderemos ter uma política de prevenção à saúde mental efetiva”.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.