Covarde /

Terça-feira, 16 de Maio de 2017, 10h:40

A | A | A

Sitiante estupra por duas vezes jovem que toma remédios controlados e foge

O irmão da vítima contou que acordou com os gritos pedindo socorro, ele correu até o local para defender a irmã.


Imagem de Capa
HiperNotícias

Uma jovem de 29 anos, que faz uso de remédios controlados, foi estuprada por um vizinho duas vezes nos últimos dias. O segundo abuso ocorreu na manhã de segunda-feira (15). A violência foi registrada pelo irmão da vítima que tentou capturar o suspeito, mas ele conseguiu fugir. O crime aconteceu na área rural de Cuiabá.

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, o irmão da vítima J.D.V.S. procurou a polícia denunciando o vizinho e informou que a irmã faz uso de medicamentos controlados e que ela estava morando com ele em sua chácara para que cuidasse dela. No início do mês, o rapaz sofreu um acidente, no qual perdeu a visão de um olho, e precisou ficar internado por alguns dias. 

Nesse meio tempo, a irmã ficou sozinha na propriedade rural. O suspeito, então, foi até sua casa e chamou a jovem para ficar na residência dele para que não ficasse sozinha. No dia 7 de maio houve o primeiro estupro, conforme a vítima contou para o irmão quando este teve alta do hospital.

 

Já nessa segunda-feira (15), por volta das 8h20, o suspeito foi até a casa onde os irmãos moram e chamou a jovem pela janela. A vítima abriu a porta e foi puxada pelo suspeito e agredida com um tapa do rosto. O acusado, então, levou a mulher arrastada para sua casa onde abusou novamente dela.

 

O irmão da vítima contou que estava dormindo nesse horário e que acordou com os gritos da irmã pedindo socorro. Ele correu até o local para defender a irmã, e o suspeito, identificado como Adailton, conseguiu fugir. 

 

A Polícia Militar realizou rondas na chácara a fim de encontrar o suspeito, mas sem sucesso. O boletim foi registrado e o caso será investigado pela Polícia Civil.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Voce gostaria que a MT-130 até Paranatinga fosse privatizada?
Sim
Não
Tanto faz