ALERTA /

Quinta-feira, 13 de Abril de 2017, 09h:34

A | A | A

Polícia identifica dois grupos com adeptos do "desafio da baleia azul"

Em nota divulgada, a corporação pede aos pais mais atenção também ao comportamento dos filhos.


Imagem de Capa
HIPER NOTÍCIAS

A Polícia Militar da cidade de Vila Rica lançou na noite desta terça-feira (11) uma campanha de conscientização e alerta contra jogos de desafio como o “Desafio da Baleia Azul”.  Foram encontrados grupos em redes sociais com dezenas de participantes do desafio.

Em nota divulgada, a corporação pede aos pais mais atenção também ao comportamento dos filhos para identificar sintomas que possam identificar a participação no desafio e evitar o fim trágico.

 

A campanha foi idealizada após a morte da menor Maria de Fátima Oliveira, 16 anos, que teria participado do jogo que consiste em vários desafios a serem executados pelos participantes. O último deles é tirar a própria vida. O corpo da adolescente foi encontrado no fundo de uma lagoa, no centro de Vila Rica.

 

Conforme a nota da PM, foram encontrados ao menos dois outros grupos da rede social WhatsApp no qual os integrantes trocam informações sobre o jogo em Vila Rica. 

 

“Desenhar uma baleia no corpo com faca ou gilette, passar horas ouvindo músicas psicodélicas e virar a noite vendo filmes de terror são alguns dos desafios propostos do jogo, onde o primeiro do dia é lançado em grupos todos às 4h20”, são algumas das regras do jogo como informou a polícia.

 

Conforme informações, a jovem teria deixado duas cartas para a mães, antes de desaparecer. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Vila Rica.

 

Confira nota na íntegra

No município de Vila Rica existem pelo menos dois grupos de whatsApp, com a participação de jovens que trocam experiências sobre o desafio.

 

Ao longo do dia de hoje pudemos acompanhar a tragédia ocorrida em nosso município, que diante de levantamentos preliminares, trata-se de mais uma consequência da participação de jovens que realizavam os desafios do referido jogo.

 

Responsáveis de crianças e adolescentes devem ficar atentos aos detalhes, e ao menor sinal de que o menor está sendo influenciado por outras pessoas a realizar práticas que possam levar ao suicídio, devem imediatamente informar as autoridades policiais.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Voce gostaria que a MT-130 até Paranatinga fosse privatizada?
Sim
Não
Tanto faz