Esportes /

Segunda-feira, 16 de Abril de 2018, 08h:09

A | A | A

Cortados! Eles ficaram de fora após estarem na lista de convocação da seleção

Ninguém fica feliz quando se machuca, mas para um atleta isso pode significar o fim de um sonho! Ir à Copa do Mundo e jogar defendendo o seu...


Imagem de Capa

Ninguém fica feliz quando se machuca, mas para um atleta isso pode significar o fim de um sonho! Ir à Copa do Mundo e jogar defendendo o seu país é o objetivo principal de muitos jogadores. O primeiro desafio é estar na lista de convocação da seleção. O segundo é se manter fisicamente inteiro até a competição. 

Leia também: Ainda há tempo, Tite? Relembre surpresas das listas de convocados das Copas

Porém, como o futebol é um esporte de contato, garantir que não haja lesões é impossível. A seleção brasileira de Tite sabe muito bem disso. Em fevereiro, Neymar teve uma fratura no pé e precisou passar por cirugia para se recuperar a tempo de defender o hexa. Para Felipe Luís a situação é mais complicada, o zagueiro quebrou a tíbia e luta contra o tempo, mas não sabe se poderá estar na lista final de convocação da seleção

Em outras Copas do Mundo jogadores já se viram em situação parecida, mas após a convocação final. Assim, foram obrigados a deixar a seleção brasileira e abrir espaço para um atleta em condição de jogo. Relembre alguns dos desfalques. 

Edmilson (2006)

Edmilson ficou fora da Copa do Mundo de 2006
Getty Images
Edmilson ficou fora da Copa do Mundo de 2006

O volante e zagueiro vivia sua melhor fase pelo Barcelona, clube que defendia. Além disso, havia sido pentacampeão com o Brasil no ano de 2002. Mas, para a decepção de todos os brasileiros, o jogador sofreu uma ruptura no menisco lateral do joelho direito e ficou fora da Copa do Mundo da Alemanha. 

Para ocupar seu lugar, o treinador Parreira chamou o volante do São Paulo, Mineiro. Porém, ele não entrou em campo na competição.  

Emerson (2002)

Emerson foi chamado para a Copa da França de última hora, mas acabou ficando de fora da Copa da Coreia do Sul e do Japão
Divulgação
Emerson foi chamado para a Copa da França de última hora, mas acabou ficando de fora da Copa da Coreia do Sul e do Japão

Na Copa anterior, de 1998, Emerson foi chamado de última hora devido a lesão de Romário. A escalação do volante surpreendeu a todos. Mas, na Copa de 2002 a sorte virou contra ele. O jogador, que era capitão do time de Felipão, machucou o ombro durante um treino recreativo enquanto atuava de goleiro. 

Com o corte, Ricardinho, na época meia do Corinthians foi convocado para o que seria a conquista do pentacampeonato.  

Romário (1998)

O baixinho foi o corte mais sentido após a convocação da seleção de 1998
Reprodução
O baixinho foi o corte mais sentido após a convocação da seleção de 1998

O corte do atacante gerou polêmica na época. Muitos, inclusive o próprio jogador, acreditavam que a lesão na panturrilha não fosse grave o bastante para deixá-lo fora do mundial. Mas Zagallo pensava diferente e optou pela substituição do baixinho. 

A decisão deixou os brasileiros na vontade de ver a dupla Ronaldo e Romário atuando na Copa do Mundo . O volante Emerson foi chamado para preencher a vaga. 

Leia também: Estudo mostra que completar o álbum da Copa 2018 está 115% mais caro que em 2014

Ricardo Gomes (1994)

O zagueiro Ricardo Gomes se lesionou às vésperas da Copa de 1994
Getty Images
O zagueiro Ricardo Gomes se lesionou às vésperas da Copa de 1994

O zagueiro fazia parte dos planos do técnico Parreira e era muito bem visto pela torcida, mas acabou se contundindo em um amistoso, nas vésperas da Copa do Mundo que aconteceu nos Estados Unidos. O corte fez com que ele não fizesse parte da conquista do tetra. Jogou apenas o torneio de 1990, na Itália. 

Para seu lugar, Parreira chamou o zagueiro Ronaldão, que jogava no São Paulo. 

Mozer (1986 e 1994)

Mozer foi cortado de duas Copas do Mundo
Reprodução Twitter
Mozer foi cortado de duas Copas do Mundo

O zagueiro definitivamente não teve sorte. Mozer deveria ter jogado três Copas do Mundo em sua carreira, mas foi cortado de duas delas, jogando apenas a competição de 1990. 

O primeiro corte, em 1986, foi feito após uma lesão . O segundo, em 1994, devido a um quadro de hepatite. Entraram em seu lugar Mauro Galvão e Márcio Santos, respectivamente. 

Leandro (1986)

Leandro não se juntou a equipe que iria à Copa como protesto e ficou de fora do Mundial
Reprodução
Leandro não se juntou a equipe que iria à Copa como protesto e ficou de fora do Mundial

O lateral foi o única desta lista que "escolheu" não participar da Copa do Mundo de 1986. Renato Gaúcho, grande amigo de Leandro havia sido cortado pelo técnico Telê Santana após desrespeitar ordens e ir para uma balada. Em protesto e apoio ao amigo, o jogador do Flamengo não se apresentou para a viagem ao México e foi cortado do time em cima da hora. 

Josimar, do Botafogo, foi convocado para a vaga. 

Toninho Cerezo (1986)

Toninho Cerezo desfalcou a equipe do técnico Telê Santana em 1986
Reprodução
Toninho Cerezo desfalcou a equipe do técnico Telê Santana em 1986

O meio-campista havia jogado a Copa de 1982 e sido considerado um dos craques da seleção naquele ano. Estava garantido na equipe de Telê Santana, mas se lesionou às véspera de viajar para o México. 

Valdo, que jogava pelo Grêmio, foi surpreendido com a convocação de última hora. 

Careca (1982)

Careca era a grande esperança no ataque do time que era conhecido pelo 'futebol arte'
Reprodução
Careca era a grande esperança no ataque do time que era conhecido pelo 'futebol arte'

O centroavante é considerado por muitos uma das maiores perdas de todas as seleções. Não são poucas as pessoas que alegam que o Brasil só não se consagrou em 1982 porque Careca não estava no time, foi a peça que faltou para o "futebol-arte". O jogador era a promessa e esperança da equipe, mas se contudiu quatro dias antes da estreia no mundial!

Para seu lugar, Telê Santana chamou Roberto Dinamite que ganhou mais uma chance na seleção - já havia participado da Copa de 1978 devido a situação parecida -, mas pouco atuou e ainda saiu da competição bastante criticado. 

Nunes (1978)

Nunes era titular da seleção quando se contundiu
Reprodução
Nunes era titular da seleção quando se contundiu

O atacante tinha conquistado sua vaga como titular com muito custo e graças a má fase que seu concorrente, Reinaldo, vivia. A contusão aconteceu poucos dias antes da inscrição na FIFA. 

O técnico Cláudio Coutinho chamou para a sua vaga Roberto Dinamite. 

Zé Maria (1978)

Zé Maria era o lateral titular da seleção desde 1974
Reprodução Twitter
Zé Maria era o lateral titular da seleção desde 1974

O lateral também foi uma dor de cabeça para o técnico Cláudio Coutinho. Zé Maria foi um dos principais nomes da Copa de 1978 e desde então não perdeu sua vaga de titular. Se contundiu no mesmo período que Nunes. 

Nelinho foi chamado para completar a vaga deixada por Zé Maria. 

Wendell (1974)

O goleiro Wendell também ficou fora da Copa do Mundo por lesão
Reprodução
O goleiro Wendell também ficou fora da Copa do Mundo por lesão

O goleiro tinha vaga confirmada, mas se lesionou pouco antes da Copa do Mundo que aconteceu na Alemanha Ocidental, atual Alemanha. Zagallo chamou o goleiro Waldir Peres, que atuava no São Paulo na época, para preencher a vaga. 

Leia também: Convocação da seleção brasileira para Copa do Mundo será feita dia 14 de maio

Clodoaldo (1974)

Clodoaldo jogou na época de Pelé e foi um dos grandes volantes da história do Santos, mas ficou de fora da Copa do Mundo
Gazeta Press
Clodoaldo jogou na época de Pelé e foi um dos grandes volantes da história do Santos, mas ficou de fora da Copa do Mundo

O volante estava indo para a sua segunda Copa do Mundo, havia jogado a de 1970, mas um estiramento muscular acabou com seu sonho de tentativa da conquista do tetra. O jogador que atuava pelo Santos na época foi substituído por Mirandinha, do São Paulo. 

Rogério (1970)

Rogério ficou de fora da conquista do tricampeonato mundial do Brasil
Reprodução Twitter
Rogério ficou de fora da conquista do tricampeonato mundial do Brasil

O ponta direita era titular da equipe de Zagallo e estava na lista final de convocação da seleção . Chegou a viajar com a equipe para o México, mas sofria com uma distensão muscular crônica e mancava. Não tinha condições de jogo e precisou ser cortado de última hora. O goleiro Leão foi chamado para seu lugar. 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!