Economia /

Segunda-feira, 22 de Abril de 2019, 14h:46

A | A | A

Vendas de Páscoa sobem 1,29% neste ano

Agência Brasil/Marcelo Camargo Em 2019, vendas de Páscoa registraram alta de 1,29% ; no ano passado, houve recuo Depois de um ano de recessão,...


Imagem de Capa
Ovos de Páscoa no supermercado
Agência Brasil/Marcelo Camargo
Em 2019, vendas de Páscoa registraram alta de 1,29% ; no ano passado, houve recuo


Depois de um ano de recessão, as vendas de Páscoa resgistraram leve crescimento em 2019. De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (22) pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o volume de vendas subiu 1,29% neste ano.

Leia também: Preparado para a Páscoa? Chocolates estão 5,7% mais caros neste ano

Segundo as instituições, mesmo com o crescimento, o número indica que a recuperação da economia ainda segue "em ritmo moderado". Para calular as vendas durante a Páscoa , a CNDL e o SPC Brasil consideraram a semana imediatamente anterior à data, ou seja, de domingo (14) até sábado (20)

Em 2018, as vendas haviam recuado -0,34%, após aprensentar um crescimento de 3,34% em 2017. Já entre os anos de 2015 e 2016, as vendas no período acumularam queda de -2,24% e -13,34%, respectivamente.

Confira o resultado das vendas de Páscoa durante os últimos anos:

  • 2011: -22,71%
  • 2012: +11,81%
  • 2013: -8,17%
  • 2014: +12,96%
  • 2015: -2,24%
  • 2016: -13,34%
  • 2017: +3,34%
  • 2018: -0,34%
  • 2019: +1,29%

Segundo um levantamento do SPC Brasil e da CNDL, os produtos mais procurados devem ter sido os ovos de chocolates industrializados (61%), caixas de bombons (50%), ovos de páscoa artesanais e caseiros (38%), barras de chocolate industrializadas (33%) e artesanais (25%), seguidos de colombas pascoais (13%) e bebidas, como vinho (13%).

Leia também: Previsão para crescimento da economia brasileira cai pela oitava vez seguida

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, mesmo com o crescimento lento da economia, a alta da Páscoa  é um sinal positivo para a retomada do crescimento do varejo e serve como um termômetro para as próximas datas comemorativas, como o Dia das Mães. “O resultado é um alento para o varejo começar a dar sinais mais sólidos de recuperação, mas não é o suficiente para retornarmos ao patamar de crescimento anterior a recessão econômica", explica. " A Páscoa representa a primeira grande festa do ano para o comércio e pode funcionar como uma prévia não só para o Dia das Mães, como para o desempenho da atividade comercial ao longo deste ano”, completou.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.