economia /

Terça-feira, 14 de Novembro de 2017, 16h:01

A | A | A

Pontos polêmicos da Reforma Trabalhistas serão alterados por Medida Provisória

A estimativa é que o presidente Michel Temer assine a MP amanhã(15) e que as mudanças ocorrem por meio de Projeto de Lei, sem derrubar o texto; veja


Imagem de Capa

Brasil Econômico

Medida Provisória vai alterar pontos polêmicos da Reforma Trabalhista; veja quais
shutterstock
Medida Provisória vai alterar pontos polêmicos da Reforma Trabalhista; veja quais


Alguns pontos polêmicos da Reforma Trabalhistas serão alterados por meio de Medida Provisória, que será enviada ao Congresso pelo presidente da República, Michel Temer, ainda essa semana. A informação foi passada por auxiliares do Palácio do Planalto, sendo que  anteriormente, a dúvida era se as mudanças seriam feitas por MP ou por Projeto de Lei. Ao que tudo indica, a medida provisória será assinada pelo presidente ainda nesta quarta-feira (15).

Leia também: Reforma trabalhista: Juiz condena ex-funcionário ao pagamento de R$ 8.500

A medida não é inusitada, uma vez que foi prometido aos senadores que, após a aprovação da Reforma Trabalhista por eles, a mesma seria alterada pelo presidente. Após a garantia das mudanças dos pontos polêmicos, a modernização das leis trabalhistas passou pelo Senado.

O Senador Romero Jucá, do PMDB, enfatizou o acordo em seu Twitter. “Durante a votação da legislação trabalhista, fizemos um acordo com os senadores para que uma Medida Provisória fosse editada com os ajustes da reforma. O presidente está ponderando e deve tomar uma decisão de hoje para amanhã”.

A MP, que vai alterar o texto que foi aprovado e está em vigor, vai impor um prazo de 18 meses para que as empresas possam migrar os contratos por prazo indeterminado para o intermitente. Outro ponto que será alterado refere-se ao valor a ser pago quando o empregado comprova o assédio moral. Desde o último sábado (11), o valor passou a ser baseado no valor do salário do funcionário.  Porém, com a Medida Provisória, esse valor pode chegar a ser 50 vezes o teto do INSS.  

Mais polêmicos


0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!