Economia /

Quarta-feira, 22 de Maio de 2019, 21h:15

A | A | A

Natura anuncia compra da Avon e nova empresa é avaliada em US$ 11 bilhões

Divulgação/Natura Neste pregão, as ações da Natura fecharam em alta de 9,43%, já com os investidores reagindo à possibilidade do acordo A Natura...


Imagem de Capa
loja da natura
Divulgação/Natura
Neste pregão, as ações da Natura fecharam em alta de 9,43%, já com os investidores reagindo à possibilidade do acordo

A Natura chegou a um acordo para a compra da Avon em uma operação que envolverá troca de ações e o desembolso de US$ 530 milhões para parte dos acionistas da empresa norte-americana. O negócio estima o valor da Avon em US$ 3,7 bilhões e o da nova companhia combinada em US$ 11 bilhões. A conclusão do acordo é esperada para o início de 2020.

Leia também: Natura lança propaganda com beijo lésbico e internautas pedem boicote

Os termos do contrato foram divulgados no final da tarde desta quarta-feira (22), após o fechamento da Bolsa da Valores brasileira (B3). As ações da Natura fecharam em alta de 9,43%, já com os investidores reagindo à possibilidade do acordo após reportagem do Financial Times .

"A Natura informa a seus acionistas e ao mercado em geral que chegou a um acordo com a Avon Products, companhia existente de acordo com as leis de Nova York, para adquirir a Avon em uma operação que envolve troca de ações ( all-share merger ), que resultará na combinação de seus negócios, operações e das bases acionárias da Natura e da Avon", escreveu a empresa em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Uma nova companhia será criada para incorporar as duas empresas. Os acionistas da Avon irão receber R$ 0,30 de cada ação dessa nova Natura Holding. Já os acionistas da série C da Avon receberão, juntos, US$ 530 milhões. Esses recursos serão garantidos por um acordo que a companhia brasileira já havia fechado com um grupo de bancos.

 "A Natura obteve compromisso de financiamento perante o Bradesco, Citigroup e o Itaú Unibanco S.A no valor principal agregado de até US$ 1,6 bilhões, a fim de financiar a contrapartida a ser paga aos detentores de ações preferenciais série C da Avon, assim como determinados pagamentos que possam se tornar devidos como resultado das transações descritas acima", explicou a empresa.

Leia também: Via Varejo deve pagar R$ 4,5 milhões por humilhar funcionários

Os atuais acionistas da Natura terão 76% da empresa combinada e os da Avon, 24%. Essas ações serão listadas no Novo Mercado da B3 e com recibos de ações (ADRS, na sigla em inglês) negociados na Bolsa de Nova York. Com o faturamento anual estimado em US$ 11 bilhões, a será a quarta maior no ramo de cosméticos.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.