CIDADE /

Segunda-feira, 13 de Maio de 2019, 14h:32

A | A | A

Esperança Renovada: prefeito anuncia compra de área para implantação de frigorífico de frangos

A prefeitura já fechou o acordo com o proprietário do terreno onde o frigorífico deve ser construído, uma área de 41 hectares as margens da MT-140, há cerca de 6 Km da área urbana.


Ari Miranda
Imagem de Capa
Paulo Pietro

Campo Verde está perto de solucionar o problema do setor avícola do município, com o interesse de investidores na construção de um frigorífico na cidade.

Segundo apuramos com o Secretário de Desenvolvimento Donizete Restani, o protocolo de intenções entre a empresa União Avícola, de propriedade do empresário Cidinho Campos, e a prefeitura de Campo Verde está em fase de conclusão das negociações, a empresa enviou uma proposta e a prefeitura acatou alguns termos e realizou uma contraproposta, mas ao que tudo indica é somente questão de detalhes para que o acordo seja firmado.

A prefeitura já fechou o acordo com o proprietário do terreno onde o frigorífico deve ser construído, uma área de 41 hectares as margens da MT-140, há cerca de 6 Km da área urbana.

O local é propício para o desenvolvimento de um frigorífico, devido a sua localidade e geografia. “Eu queria inclusive agradecer ao proprietário do terreno, Cosme Alves do Amaral, que fez questão de negociar a área em permuta de outros terrenos da prefeitura no município, pensando no interesse da coletividade, já que sabia que muitas pessoas vão se beneficiar com a construção de um frigorifico no município,” lembrou Donizete.

Entre o que compete à prefeitura estão, o valor do terreno, que é em torno de R$ 4 milhões, mais a questão da terraplanagem e outros itens, estima-se que esse montante chegue próximo aos R$ 5 milhões. Além disso, a prefeitura ainda vai conceder cinco anos de alvará, incentivos fiscais e isenção de ITBI para empresa.       

Durante reunião realizada na tarde da última quarta-feira (8), que contou com a presença de onze, dos treze vereadores que compõem a Câmara de Campo Verde, o prefeito Fábio Schroeter informou as intensões do município na aquisição do terreno, os vereadores concordaram com o investimento e disseram que votarão favorável ao projeto, já que sabem sobre a importância da cadeia para a cidade.

Esta área é justamente a mesma que seria construído o frigorifico da BRF, quando houve aquela promessa anos atrás, onde foram realizados vários estudos, possibilitando a instalação de um frigorífico. Mesmo que a empresa União Avícola não feche o acordo, a prefeitura vai realizar a aquisição do terreno para buscar outros investidores no caso da desistência.     

Conforme lembrou o prefeito, as negociações com a empresa que já atua no setor, tiveram início no ano passado, quando o proprietário esteve em Campo Verde visitando áreas para a possível implantação do frigorífico.

O secretário Donizete Restani, disse que “nós nunca nos afastamos do objetivo de tentar encontrar uma empresa que pudesse retomar esse setor na cidade, juntamente com ACAV, através do presidente Clodoaldo Lima, buscamos essas parcerias incessantemente, vamos avançar agora na aquisição da área, esperamos em breve estar concretizando essa parceria. Mas mesmo se não for possível não vamos desistir, sabemos que o município tem vocação para avicultura, tem ótima infraestrutura, tem os aviários e tem gente especializada para trabalhar no setor, então a parte mais complicada nós já conseguimos, por isso eu tenho muita fé de que vamos ter um desfecho positivo.”

 

União Avícola Agroindustrial : caso feche o acordo, investimento da empresa pode ficar em torno dos R$ 300 milhões

 

Segundo o que foi apresentado em projeto, que vem sendo intermediado pelo presidente da Associação Campo-verdense de Avicultura (ACAV), Clodoaldo Gomes Lima, o orçamento inicial para a construção do frigorífico é de R$ 300 milhões.

A capacidade de abate será de 160 mil aves/dia, com a estimativa de serem gerados mil empregos diretos e outros 3 mil indiretos.

Para isso está no protocolo de intensões reenviado pela prefeitura, os prazos a serem cumpridos, caso o negócio saia do papel, a empresa teria o prazo de 4 meses para enviar o projeto, mais 4 meses subsequentes para iniciar as obras. A previsão inicial é de que elas possam ser concluídas 100% em cerca de 2 anos. Porém existe a expectativa de que já comece a funcionar mesmo que de maneira provisória em menos tempo.

Os avicultores da cidade, através da ACAV, também estão tentando fechar um acordo, caso a negociação se concretize o objetivo deles, é que eles comecem a produzir de maneira imediata os frangos, para isso eles até abririam mão de porcentagem de lucros, em prol do retorno imediato da produção, já que os aviários parados começam a gerar problemas se não utilizados, ou com a manutenção incorreta.

Outra opção seria de a empresa pagar aos futuros integrados, uma espécie de ajuda de custo mensal, para que eles possam manter os aviários aptos até o momento em que for necessário produzir.

O clima de otimismo quanto ao fechamento do acordo é visível, o mercado internacional está aberto ao frango brasileiro, já que devido a patologias, boa parte da Ásia teve sua produção de proteína comprometida, tendo que buscar novos fornecedores.

A expectativa é de que com a instalação do frigorífico vários outros investimentos  de seguimentos subordinados possam acontecer na cidade, gerando uma grande aceleração no emprego e na renda.     

    

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Campo Verde

Júlia e Rafaela lançam EP ao vivo e anunciam websérie

Dupla adolescente, formada por gêmeas de 17 anos, vai laçar uma música inédita a cada episódio

Inmet prevê dia mais frio do ano entre quinta e sexta-feira

População já pode tirar os casacos do armário, pois o friozinho está chegando.

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.