30 ANOS - AVIAÇÃO /

Domingo, 17 de Abril de 2016, 17h:59

A | A | A

Primavera concentra a maior frota de aviação agrícola do país


Driely Pinotti

A alta safra brasileira de grãos facilitou o crescimento do setor de aviação agrícola do país. Perdendo apenas para o EUA, o Brasil é classificado como a segunda maior frota do mundo de aviação agrícola. Primavera do Leste também é referência neste cenário, por concentrar a maior frota do país.

Segundo o presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), Nelson Antônio Paim, Primavera possui uma frota de 120 aviões agrícolas.

“Primavera do Leste tornou-se polo regional. Possui a maior frota do país. Muitos produtores rurais moram na cidade, mas possuem propriedades na região. As aeronaves atuam não apenas no município, mas em Paranatinga, Santo Antônio do Leste, São Joaquim, parte de Campo Verde, entre outros”, afirmou o presidente do Sindag.

Os produtores rurais primaverenses, de acordo com Nelson Paim, sempre apostaram no equipamento para proteger ou fomentar o desenvolvimento da agricultura.  “A aviação agrícola atinge uma grande área diferente dos equipamentos terrestres que não conseguem fazer um trabalho em tempo hábil. Por Primavera do Leste ter áreas de grandes extensões o uso de aeronaves torna-se mais rentável”, explicou.

Por ter a maior frota do país e ser líder nesse setor, o município concentra três das maiores oficinas de aviões agrícolas de Mato Grosso.

“Além disso, o maior número de empresas prestadoras de serviços de aviões agrícolas estava em Primavera do Leste. Mas, os produtores rurais foram se equipando e comprando as suas próprias aeronaves. De 14 empresas, atualmente, no município estão apenas sete”, comentou o presidente.

Conforme Edmir Gonçalves, diretor da EJ Escola de Aviação, empresa instalada em Campo Verde, a aviação agrícola é uma das áreas do segmento aéreo que mais cresce no país, em média 7% ao ano. Ele contou que a grande quantidade é de aviões particulares.

“Vários fazendeiros e industriários primaverenses utilizam a aviação como meio de transporte e é do nosso interesse fazer parte do crescimento da cidade, bem como, formar pilotos qualificados e que ofereçam um serviço de qualidade a estas pessoas”, concluiu. 

 

SINDAG 

 

O presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola é morador de Primavera do Leste. Piloto há mais de 25 anos conta que está a frente da entidade há quatro anos. 

Segundo Paim o Sindicato foi criado com o objetivo de representar as empresas de Serviços Aéreos Especializados de Proteção à Lavoura, cuja finalidade é proteger ou fomentar o desenvolvimento da agricultura em qualquer de seus aspectos, mediante a aplicação de fertilizantes, defensivos, sementes, combate a pragas, povoamento de águas, combate a incêndios em campos e florestas ou outro uso que vier a ser recomendado, além do comprometimento com a preservação do meio ambiente e saúde da população. 

 

PIONEIRA EM CURSO DE PILOTO AGRÍCOLA 

 

hdpavypbiçhvb

 

 

A EJ Escola da Aviação Civil é a maior empresa do gênero na América Latina, com sede em Itápolis/SP. Pioneira no curso de piloto agrícola está no mercado há pouco mais de 16 anos. A escola já formou cerca de 6 mil profissionais, nesse período. 

No ano passado, a escola iniciou as atividades em Campo Verde, por conta da localização da cidade. O diretor da EJ Escola de Aviação Emir Gonçalves, pretende empreender mais na região, e por Primavera do Leste ter um potencial aeronáutico, uma base operacional da empresa será montada no município. 

 

DE PAI PARA FILHO

 

aknfsonvs

 

 

Leandro Bortoliero, jovem primaverense de 28 anos, despertou o interesse e a paixão pela aeronáutica na infância por meio do pai, que era piloto de avião. 

“Tenho também mais três primos que estão nessa área e, a partir daí decidi fazer o curso, por gostar da profissão e pretendo seguir essa carreira”, afirmou Leandro, que está nas etapas finais do curso de piloto comercial.

O futuro aeronauta contou que outro fator chave para a escolha da profissão é o grande potencial da aviação em Primavera do Leste e a ascensão constante do setor. “Quando meu pai se mudou de São Paulo para Primavera nos anos 1990, a aviação, em especial a agrícola, já era destaque no município, e hoje não é diferente.”, finalizou. 

De acordo com o Sindag, 65% da frota de aviões que atua no campo é composta pelo modelo nacional, Ipanema, fabricado pela Embraer. As outras aeronaves que compõem a frota brasileira são importadas. Um modelo bastante utilizado e que tem uma capacidade maior é o Air Truck. Primavera do Leste também se destaque pelo número de aviões executivos. Cerca de 90 aeronaves estão concentradas no município.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!