Sexta-feira, 24 de Julho de 2015, 09h:24

A | A | A

O sinônimo do desespero

Sinônimo de desespero é ver que o seu país vai de mal a pior


Imagem Internet
Imagem de Capa
DRIELY PINOTTI

Sinônimo do desespero não é aquele “cobre aqui e descobre ali” para conseguir pagar todas as contas.

Sinônimo do desespero não é aquela sensação que você sente quando sai do mercado e percebe que a inflação está em alta. 

Sinônimo de desespero não é o sentimento de ligar a TV, ler jornais, revistas, e ter a plena convicção que o seu país vai de mal a pior. 

Sinônimo de desespero não é ver todos aqueles parlamentares no congresso, criando cada vez mais legislações mirabolantes e aprovando uma PEC que irá reproduzir ainda mais criminosos. 

Mas, sinônimo de desespero é olhar tudo isso e não mover uma palha para modificar essa situação e esse sistema político cada vez mais chinfrim e que nunca fará do Brasil um país melhor (sem generalizar). 

Muitas vezes, observando todo esse cenário brasileiro, eu chego a acreditar que “os meus heróis morreram de overdose” [corrupção]. 

No entanto, também acredito que ainda vive em mim, um espírito de uma jovem, que anseia e deseja a mudança desse país. [e que ao contrário da música de Cazuza, tem uma ideologia para viver]. 

Além de ter uma ideologia construída, quer deixar de conviver com pessoas boçais. Que gritam “como são lindos os burgueses”. 

É preciso mudança, e seguir uma teoria de Caetano Veloso, escrita há mais de vinte anos:

 

“Queria querer cantar afinado com eles 

Silenciar em respeito ao seu transe num êxtase 

Ser indecente 

Mas tudo é muito mau 

Ou então cada paisano e cada capataz 

Com sua burrice fará jorrar sangue demais 

Nos pantanais, nas cidades 

Caatingas e nos gerais 

Será que apenas os hermetismos pascoais 

E os tons, os mil tons 

Seus sons e seus dons geniais 

Nos salvam, nos salvarão 

Dessas trevas e nada mais”

 

A ignorância, a cobiça e a má fé também elegem seus representantes políticos. (Carlos Drummond de Andrade)

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!